domingo, 16 de março de 2014

Prefácio do poema "Altazor" lido por mim

Gravei uma leitura (em espanhol) do prefácio do poema Altazor (El Viaje en Paracaídas), de Vicente Huidobro. 

Clique aqui para ver a versão completa (11min), ou veja no vídeo abaixo a versão reduzida (9min):



Para ler "Altazor" na íntegra, clique aqui.

segunda-feira, 3 de março de 2014

Frases marcantes do livro "1984"

Abaixo, um vídeo que eu fiz com as citações que mais marcaram a minha leitura do livro 1984, de George Orwell.

O vídeo não apresenta revelações de enredo (spoilers), porque as frases estão fora de contexto. Portanto, o vídeo será melhor apreciado por aqueles que já tiverem lido o livro, por causa do melhor entendimento das citações. Não obstante, pode ser uma boa experiência ver as frases antes ou durante a leitura do livro.




segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Exotérmico

por Guilherme Defalque e Raphael Rocha


Primeiro, segunda de mapa efêmero
Bocal de árvore de propósito
Lendo tu, alicate vulcânico
Que miss? Abacaxi?
Que miss? Tura?
É? Não? Miscelânea pobre.
Paupérrima célere demolição soturna.
Vaza-te daqui, berinjela piriforme, muda-te!
Absurdo!
Azeitona introduzida em mesóclise, sábia capivara.
Simulacro a guiar árvore de martelo.
Pretenciosa nobre criatura
De uma longa, de uma estrada, de uma vala
Tetris bolos tontos bacaxi? Polvos? Sabe-se lá de vossos piercings!
Jura!
Abelha de prosopopeia interna a cílios supersticiosos.
Jura!

Imagem: [CC] Willian Cho (modificada)

domingo, 24 de novembro de 2013

Tragédias desconexas









Tantas mortes
E acidentes
E terremotos
E enchentes

E perdas
E contrabandos
E roubos
E vândalos

Tanta fome,
Tanta doença,
Tanto sacrifício,
Tanta indiferença.

E falta de caráter.

Erros estáveis,
Covardia capiciosa,
Descaso deliberado,
Amizade ambiciosa

Receio repentino,
Impotência intuitiva,
Pensamento problemático
de Causas construtivas.

E que descansemos em paz, meus amigos!

Em paz,
Em saúde,
Em alegria,
Em sucesso,
Em visão,
Em sentimento,
Em otimismo.

Otimismo! Força! Alegria!

Ah, impotência...

Quanto esforço,
Perdido, por vezes
Sentimentos ocultos
Por aqueles, estes ou esses.

Quanto choro,
Ah! Quanto choro!
E saudade,
E saudade.

Tanta angústia
Reprimida
Tanta dor
Remanescida

Tanto pranto,
Tanto ódio,
Tanto medo,
Tanto espanto,
Tanta crueldade,
Tanta impunidade,
Tanto julgamento,
Tanto sofrimento.

Mas a gente supera.
A gente sempre supera.


Imagem: [CC] Stefan Lins (modificada por Raphael Rocha)

Postagens populares